Artigos

Veja os artigos atualizados das instituições do meio jurídico

98% dos processos trabalhistas são do Brasil

O ministro Luís Roberto Barroso, do STF, comentoU que o Brasil, sozinho, é responsável por 98% dos processos trabalhistas em todo o planeta Terra. Detalhe: nosso país tem 3% da população mundial.
O magistrado citou o caso do Citibank, que desistiu de operar no Brasil quando detectou que aqui obtinha 1% de suas receitas, enquanto simultaneamente sofria 93% das ações trabalhistas em que é reclamado, mundo afora. Em seguida, Barroso comentou que 4% do PIB brasileiro é gasto com o funcionalismo público – “é um alto custo do Estado”.
A Justiça do Trabalho recebeu 3,9 milhões de novos processos em 2016 e atualmente há 2,5 milhões de processos em tramitação no Brasil, segundo estatísticas do TST (Tribunal Superior do Trabalho)
O sociólogo José Pastore, professor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA-USP), afirma que o Brasil é o campeão no quesito e levantou números de 18 países para sustentar a informação.
Os números listados por ele, porém, são absolutos, ou seja, não são comparados com o tamanho da população ou da força de trabalho dos países. Além disso, os dados não são do mesmo ano.
Veja a lista de quantidade de novos casos ao ano por país, segundo o professor Pastore: Brasil: 3,9 milhões (2016)
Alemanha: 593 mil (2007)
Itália: 324 mil (2001)
Polônia: 302 mil (2002)
Espanha: 199 mil (2002)
Holanda: 139 mil (2002)
Estados Unidos: 110 mil (2016)
Reino Unido: 98 mil (2003)
Portugal: 75 mil (2004)
França: 52 mil (2002)
Romênia: 30 mil (2003)
Hungria: 30 mil (2003)
Áustria: 24 mil (2004)
Bulgária: 14 mil (2003)
Letônia: 8.500 (2003)
Eslovênia: 4.500 (2003)
Japão: 3.500 (2009)
Eslováquia: 2.600 (2008)
Dinamarca: 1.500 (2004)

Durval Sgarioni - advogado